DJ Steve Aoki: o documentário

Nessa última semana a Netflix lançou seu mais novo documentário de produção própria chamado, “I´ll sleep when I´m dead” que conta a história por trás da carreira do mundialmente conhecido DJ Steve Aoki. Bom, antes de mais nada melhor eu deixar claro que sou um daqueles caras que gosta de algumas vertentes da músicas eletrônica mas não gosto muito de outras. E o EDM (eletronic dance music) é um estilo que não sou muito fã, e é justamente o estilo do Steve Aoki.

Por ele ser um DJ mundialmente conhecido eu já conhecia a figura, mas nunca tinha ouvido falar a respeito da história dele. Sempre achei do car**** ver documentários que mostram o caminho que alguém percorreu até chegar ao sucesso, e dessa vez não foi diferente.

A história de Steve Aoki é uma história de provação. Provação no sentido de querer provar seu valor para seu pai, um imigrante japonês nos Estados Unidos que fez muito dinheiro e fama abrindo uma rede de restaurantes japonês chamado Benihana onde as pessoas sentavam ao redor da chapa, tenho certeza que já viram em algum filme ou série.

A historia de Steve Aoki

O restaurante é um império mudialmente famoso, tendo filiais inclusive aqui no Brasil. O pai de Steve, Hiroaki Aoki era um lutador de Judô que ficou nos Estados Unidos após uma competição. O cara era muito doidão, sério. Ele batia recorde em lanchas de alta velocidade, atravessava o Atlântico a bordo de um balão, namorava top models entre outras tantas coisas. Imagina o que você precisaria fazer para conseguir chamar a atenção de um pai assim….ah é, virar um DJ mundialmente famoso e cheio da grana.

Realmente seria uma ótima maneira de fazer isso, se não fosse o fato disso acontecer após a morte do seu pai…#frustrante. Para mim o mais legal desse documentário é ver o lado humano de uma figura pública e suas prórias batalhas no dia a dia. Minha única crítica seria que faltou uma parte que conectasse melhor uma das mudanças de fase de Steve Aoki, do momento em que ele começou a ser DJ até o ponto em que ele virou um DJ de EDM.

Assistam, comentem, compartilhem…se manifestem!

Bom doc a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *